Sidebar

21
Ter, Ago

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
Diversos sindicatos de servidores públicos municipais da Paraíba fundaram no dia 30 de maio de 2009 (sábado), a FETRAM/PB, Federação dos Trabalhadores Públicos Municipais da Paraíba, envolvendo todos os servidores municipais do poder executivo, legislativo e judiciário, de todas as categorias, além das autarquias e fundações públicas municipais na Paraíba.

A assembléia geral de fundação aconteceu na sede do Circulo Operário de João Pessoa, localizada na Av. Senador João Lira, 697, Bairro Jaguaribe e contou com a participação de mais de 40 sindicatos de servidores municipais de todo o Estado.


A entidade foi fundada com o objetivo de aglutinar todos os sindicatos de professores e servidores municipais, pois não tinham uma federação que realmente representasse de fato e de direito a categoria no Estado.

Para a presidenta eleita Maria do Carmo Nunes Soares (Carminha), a fundação da entidade se deu em virtude da necessidade de unificar o trabalho no Estado, pois existem diversos sindicatos de servidores municipais, dispersos, isolados um do outro e que a partir da estruturação da entidade vai ter condições de se fazer um trabalho coletivo, trocando experiências, unificando o discurso e a prática. Disse.

Carminha afirmou ainda que o momento é de ampliar a luta em todos os municípios, especialmente pela implantação do Piso Nacional de R$ 1.132,40 para os professores e demais profissionais do magistério, além das demais reivindicações dos servidores municipais tais como o pagamento de 1/3 de férias, PASEP, salário-família, adicional noturno, insalubridade, periculosidade, qüinqüênio, licença-prêmio, ampliar a licença maternidade para 6 meses, dentre outras reivindicações. “Outra luta fundamental em todos os municípios será pelo pagamento dos precatórios, pois os prefeitos não pagavam o salário mínimo e outros direitos dos servidores, tendo os mesmos entrados com ações de cobrança na justiça, mas infelizmente muitos gestores ignoram o pagamento.”

O presidente da CTB/PB, José Gonçalves, destacou o crescimento do número de sindicatos de servidores públicos municipais no Estado, pois apenas da fundação, mais de 30 entidades participaram, demonstrado assim a necessidade da fundação da Federação, que irá trabalhar no sentido de visitar todos os sindicatos, discutir os problemas dos servidores e orientar o trabalho sindical no Estado. “Nasce uma Federação não para ficar presa a sua sede, dentro do ar condicionado, mas para ir ao encontro dos sindicatos, em suas bases, ajudando a construir a luta dos servidores municipais em todo o Estado.Enfatizou.



Para o representante da CTB/Nacional, Eduardo Navarro, que participou do ato de fundação da federação, é uma boa iniciativa a fundação da entidade que  vai contribuir decisivamente para o fortalecimento da luta dos servidores públicos municipais da Paraíba e que a CTB estará dando total apoio a essa luta. “Acho extramente importante essa fundação da entidade na Paraíba e que isso sirva de exemplo para os demais Estados da Federação.” Afirmou.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.