Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) participará da I Conferência Nacional de Emprego e Trabalho Decente (I CNETD) que começa nesta quarta-feira (08) e segue até o próximo sábado (11), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

A I CNETD reunirá centenas de delegados e delegadas representantes de diversas entidades e associações ligadas ao mundo do trabalho e o governo que promoverão um amplo debate envolvendo a temática das políticas públicas sobre o trabalho. Para que ao final do encontro seja construída uma Política Nacional de Emprego e Trabalho Decente, já que o Brasil assumiu um compromisso perante a Organização Internacional do Trabalho (OIT) em 2003, de que trabalho decente é uma prioridade do país. 

Entre os temas e dilemas que estarão em discussão nos próximos dias estão, a geração de trabalho e renda, concessão de microcrédito e qualificação social e profissional aos trabalhadores, a implantação de ações de combate e prevenção do trabalho infantil e à exploração sexual de crianças e adolescentes, combate e prevenção do trabalho análogo ao escravo, combate à discriminação no emprego e na ocupação além de ações que melhorem a acessibilidade aos trabalhadores portadores de necessidade especiais.

Esse momento de debate e discussão será importante também para o fortalecimento do diálogo social, especialmente entre governo, trabalhadores e empregadores, ainda mais após a divulgação do relatório divulgado pela representação local da (OIT) no último dia 19, que mostrou que o Brasil evoluiu nos indicadores socioeconômicos do chamado "trabalho decente", mas ainda há muitos desafios a serem superados. “Apesar das conquistas, o relatório aponta que "persistem contundentes desigualdades regionais, de gênero e de raça", além de problemas históricos ainda não terem sido eliminados - como é o caso do trabalho escravo e infantil”, aponta Joilson Cardoso, secretário de Políticas Sindicais e Relações Institucionais da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Diante dos grandes desafios que ainda se apresentam a CTB vai defender o aprofundamento da política de valorização do trabalho como alternativa para que o Brasil possa se desenvolver com soberania e igualdade.

Confira programação preliminar da I CNETD

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.