Sidebar

20
Ter, Nov

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Federação Sindical Mundial (FSM) divulgou nesta sexta-feira (26) uma carta de solidariedade aos brasileiros e brasileiras pelo dramático processo eleitoral em curso no país, e pela ameça fascista e antilaboral representada pelo candidato de extrema-direita, Jair Bolsonaro. 

A FSM expressa solidariedade a todos que estão na linha de frente da luta contra as políticas antilaborais, contra o sistema capitalista apodrecido que gera injustiça social e corrupção.

Leia o documento na íntegra:  

Solidariedade com o povo do Brasil 

A Federação Sindical Mundial (FSM) em representação dos sindicatos militantes e classistas em 130 países dos cinco continentes, expressa seu protesto contra o candidato presidencial ultradireitista Jair Bolsonaro, o qual, com suas declarações racistas, antilaborais e antidemocráticas, tenta intimidar o povo brasileiro e a classe operária.

A FSM, em nome de seus 95 milhões de filiados, também expressa sua solidariedade com o movimento sindical classista do Brasil, aos membros e amigos da FSM e todos que estão na linha de frente da luta contra as políticas antilaborais, contra o sistema capitalista apodrecido que gera injustiça social e corrupção.

Apoiamos e juntamos nossa voz à de nossas organizações filiadas no Brasil, na luta por um mundo sem exploração capitalista, sem intervenções imperialistas, sem guerras. Por um mundo onde os povos serão os que vão decidir livre e democraticamente sobre seu presente e seu futuro.

Secretariado da Federação Sindical Mundial 

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.