Sidebar

21
Qua, Nov

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Artistas, jornalistas, cineastas e intelectuais se mobilizam contra o golpe e convocam para a participação no ato da Frente Brasil Popular desta sexta-feira (18) em todo o país. “Há um golpe em marcha, mas juntos podemos combatê-lo”, afirma o jornalista carioca José Trajano.

José Trajano diz que juntos vencemos:

 

O jornalista esportivo reforça a necessidade de união de todas as forças democráticas contra a golpe da direita. “Se a gente tem alguma divergência partidária é hora de colocar isso em segundo plano. Nós temos que nos unir porque há um golpe em marcha, um golpe da direita”.

O ator baiano Wagner Moura desabafa contra essa onda de ódio e violência. Sobre o judiciário ele afirma que “é evidente que as investigações estão sendo usadas como massa de manobra para a disputa política”.

Assista Wagner Moura aqui.

Moura aprofunda a crítica dizendo que “a grande imprensa, evidentemente, se a gente olhar pra trás, todos estiveram envolvidos no golpe de 64”. Já a cantora carioca Leci Brandão também dá o seu recado e reafirma que “não vai ter golpe”.

O músico pernambucano Lirinha grava mensagem convocando para as manifestações do dia 18 “como uma pessoa que ama este país, que ama as pessoas deste país”. Vejo “uma vereda de injustiça, baseada em devolver o poder para grupos que sempre se opuseram à força desta Nação”, acentua.

Lirinha chama para a luta:

 

A cineasta paulista Tata Amaral afirma que "a gente tá vendo uma mudança muito bonita na cultura, no imaginário e na produção de nós brasileiros. Por isso a gente vai pras ruas dia 18. Não vai ser possível o projeto de segurar alguns privilégios pra uma parcela pequena da população. Isso não vai mais funcionar".

Tata Amaral privilégios para poucos nunca mais:

 

Enquanto Moura ressalta seu desejo de que se acabe o “circo midiático” e as investigações e o trabalho do judiciário respeitem a Constituição. “Sou a favor das investigações, mas sou mais a favor da democracia. Por uma investigação desprovida de ódio político e pela defesa da democracia e do Estado de Direito”.

Já Lirinha complementa afirmando que “por amor ao país vamos seguir em frente contra esse golpe das altas torres nas coberturas do nosso Brasil”. Todos artistas e intelectuais comprometidos com o país e com a democracia se engajam na luta contra o golpe à democracia.

Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.