Sidebar

18
Ter, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Comemorado em 20 de Novembro, data da morte de Zumbi (líder do Quilombo de Palmares), o Dia da Consciência Negra é feriado em sete estados e mais de mil municípios brasileiros, sendo celebrado de Norte a Sul do país com atos políticos e culturais, shows musicais, palestras e debates. Em São Paulo ocorre desde domingo a “Virada da Consciência Negra”, que oferece diversas atrações artísticas. Está prevista uma passeata saindo da Avenida Paulista nesta terça.

Ocorre também hoje (20), no Centro Cultural do Banco do Brasil, a partir das 10 horas, uma mostra sobre o cineasta e escritor Spike Lee, que realizou vários filmes abordando temas relacionados aos dramas da população negra nos Estados Unidos, entre eles “Faça a coisa certa”, “Ela quer tudo” e “Malcolm X”. Em Campinas, será realizada a tradicional Marcha Zumbi dos Palmares, com concentração, a partir das 10 horas, diante da Estação Cultura Antônio da Costa Santos, na Praça Floriano Peixoto, centro da cidade.

Neste final ano, as organizações do movimento negro revelam apreensão e se preparam para a luta em defesa de suas conquistas e contra os retrocessos prometidos pelo futuro governo Bolsonaro, um político de extrema direita declaradamente racista e orientado pelos interesses reacionários das classes dominantes. Os negros são quem mais padecem o drama do desemprego em massa no Brasil. Pesquisa recente divulgada pelo IBGE revela que no primeiro trimestre deste ano 64,2% do total de desempregados eram negros e negras, em contraste com 34,7% de indivíduos brancos. O Brasil, o último país do mundo a abolir a escravidão, tem uma dívida histórica para com a população afro-descendente. 

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault