Sidebar

26
Qua, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As estatais são fundamentais para o crescimento de qualquer país e o brasileiro sabe disso. Tanto que a maioria é contra a privatização das empresas públicas. Seis em cada 10 (60%) discordam da possibilidade de as estatais serem entregues ao grande capital privado.

Os brasileiros também são contra mudanças na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), revela o Datafolha. De acordo com a pesquisa, 57% não concordam com mudanças que venham a reduzir os direitos dos trabalhadores. As duas propostas estão entre as principais bandeiras do atual governo.

Sobre as privatizações, embora o presidente Jair Bolsonaro toda hora mude de opinião, dependendo da reação das redes sociais, a equipe econômica, liderada pelo ministro Paulo Guedes, quer entregar tudo de mão beijada ao grande capital privado. 

Entre idas e vindas, por enquanto, confirmaram a venda da Embraer e da Eletrobras. Mas a lista de Guedes tem ainda Petrobras, Caixa, Banco do Brasil, BNDES e todas as outras estatais.  

A pesquisa mostra que apenas 34% dos brasileiros concordam com as privatizações. A maioria (56%) se concentra entre os mais ricos, tem nível superior completo, é homem e morador das regiões Centro-Oeste e Norte. Mulheres, pessoas com escolaridade média, moradores do Sul e Nordeste são maioria entre os que são contra a venda das empresas públicas.

Em relação ao aprofundamento da reforma trabalhista, com a redução de mais direitos, novamente, a maior parte dos que concordam se concentra entre os homens e a população mais rica do país. Por região, desta vez, os moradores do Sul são os que mais concordam. 

Fonte: Bancários da Bahia

0
0
0
s2sdefault