Sidebar

18
Sáb, Ago

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), publicada nesta quinta (17), mostra que o desemprego é ainda pior do que vem se anunciando. Falta trabalho para 27,7 milhões de pessoas. Destes, 13,7 milhões procuraram emprego mas não encontraram.

A situação é ainda pior no Nordeste, a taxa chega a 15,9%. Esse é o maior contingente desde o início da série histórica, em 2012.

A taxa de subutilização da força de trabalho, que inclui os desempregados, pessoas que gostariam de trabalhar mais e aqueles que desistiram de buscar emprego, bateu recorde no primeiro trimestre, chegando a 24,7%.

O IBGE aponta recorde para a taxa de desalento da força de trabalho, que indica as pessoas que desistiram de procurar trabalho. No primeiro trimestre esse índice atingiu 4,1% - são 4,6 milhões de pessoas nessa condição, 60,6% deles na região Nordeste.

Portal CTB



0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.