Sidebar

21
Qui, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Plenária ocorrida na manhã desta terça-feira (28) e reuniu a direção  dos Metroviários, Ferroviários e Condutores e as centrais sindicais (CTB, CUT, Nova Central, Força Sindical, CSB e CGTB) discutiu a construção da greve nacional convocada para o dia 5 de dezembro (Confirme sua presença em nosso evento no Facebook).

Em defesa da Previdência, centrais convocam GREVE NACIONAL dia 5 de dezembro

"O debate na plenária foi muito positivo e sentimos a firme receptividade das direções dos modais de transporte. E após amplo debate, ficou orientado a publicação de edital de convocação e a realização de assembleias para aprovação da greve nacional no setor de transporte em São Paulo. Outros estados já indicaram que irão cruzar os braços em resposta a mais esse ataque de Temer", afirmou Onofre Gonçalves, dirigente ancional da CTB, que estava presente na reunião.

Na oportunidade, ele reiterou que a CTB está jogando pesado na construção da greve em todo o Brasil. "O povo jé sente os efeitos da reforma trabalhista e sabe que se o resultado da soma trabalho precário + fim da aposentadoria será igual a condenar a morte milhões de trabalhadores e trabalhadoras em nosso país. A luta seguirá firme e a resistência do movimento sindical também", destacou.

Rodoviária do Tietê vai parar

Na reunião, presidente da Federação dos Trabalhadores Rodoviários do Estado de São Paulo, Valdir de Souza Pestana, informou também que "a orientação será parar em todo o Brasil. Em São Paulo, ainda discutimos parar o terminal rodoviário Tietê", disse Pestana.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.