Sidebar

21
Qui, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

CTB, CUT e outras centrais sindicais participaram hoje (18) do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Classe Trabalhadora, na Comissão de Direitos Humanos do Senado. O objetivo da Frente é lutar no Congresso Nacional contra a aprovação de propostas que ameaçam os direitos trabalhistas.

Ao abrir a reunião de lançamento,  o presidente da CDH, senador Paulo Paim (PT/RS), afirmou que em seus 30 anos de atividade legislativa jamais presenciou um "momento tão sombrio" para a classe trabalhadora.  Paim disse estar assustado com as declarações do novo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, de que seria favorável à adoção da terceirização nas atividades-fim das empresas.

Diante da crise política que se impõe no País com o avanço da ofensiva conservadora, as entidades sindicais presentes assumiram o compromisso de promover uma intensa campanha nacional em defesa dos interesses dos trabalhadores e da Democracia, duramente golpeada com o afastamento Dilma Rousseff, eleita democraticamente e sem crimes, do cargo de presidenta da República.

Paim disse ainda que é possível reverter esse quadro e restabelecer a democracia no Brasil. No entanto, segundo afirma, “é preciso fazer um movimento de fora pra dentro do Congresso”,  com mobilizações intensas nos estados, para que o trabalho da Frente obtenha o resultado esperado.

Para o representante da CTB, Mário Teixeira, a criação da Frente neste momento difícil que o País atravessa foi de extrema importância para barrar a onda de retrocesso imposta pelo governo ilegítimo de Michel Temer.

"Se estabelecer um colegiado neste momento de grande ameaça aos direitos e ataque à democracia é fundamental. A CTB se une aqui às demais centrais e entidades na defesa da democracia e contra o retrocesso. Não reconhecemos este governo golpista de Temer e lutaremos incansavelmente para combater todas as pautas em tramitação no Congresso que ferem os direitos e garantias dos trabalhadores e trabalhadoras”, ressaltou Teixeira.

De Brasília, Ruth de Souza - Portal CTB

Foto:Ruth de Souza 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.