Sidebar

19
Dom, Ago

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Bancários da Caixa, Banco do Brasil e do Banrisul de Chapecó vestiram camisetas em defesa dos bancos públicos, nesta quarta-feira (18), com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o desmonte das empresas públicas.

Na Caixa, a abertura de capital volta a preocupar. O BB já foi forçado a eliminar 10 mil postos de trabalho e fechar 400 agências no processo de reestruturação. O Banrisul teve 49% das ações colocadas à venda neste mês. 

Os desmonte é um retrocesso. Os bancos públicos são responsáveis por conceder a maior parte do crédito no país, além de ter atuação fundamental para amenizar os impactos da crise e atenuar as desigualdades sociais, com programas que beneficiam áreas de infraestrutura, saúde, educação, cultura e esporte.

“Precisamos resistir e fortalecer a luta em defesa dos trabalhadores e de toda a sociedade. Agora é a Caixa que está na mira das privatizações. É fundamental que o governo mantenha seus bancos públicos e fortaleça o papel deles no desenvolvimento econômico e social do país”, destaca o presidente do Sindicato dos Bancários de Chapecó e Região, Luiz Angelo Coan.

Fotos: Seeb Chapecó

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.