Sidebar

24
Seg, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Servidores Técnico-Administrativos, Alunos e Professores da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), tomaram as ruas de Arapiraca (AL), na última sexta-feira (24)  para reivindicar por melhores condições de trabalho, Plano de Cargos e Carreiras, salários dignos, concurso para ténicos e professores, além das reformas do Campus, ampliação da verba de custeio e liberação da verba de capital.

A avaliação coletiva dos segmentos da Uneal, alunos, técnicos e professores foi de um ato positivo, que alcançou o objetivo de levar a situação ao conhecimento da sociedade e mostrar uma Instituição ativa e comprometida com o desenvolvimento do Estado de Alagoas.

Um dos pontos destacados, foi a falta de comprometimento nos acordos com a instituição, uma vez que até a reforma, que deveria durar 03 (três) meses, já passa de 04 (quatro) meses e não há perspectiva de término.

As reivindicações continuam, levando em consideração que as pautas, como, concurso para Professor Efetivo, Plano de Cargos e Carreira dos Técnicos, Realinhamento Salarial, Progressão Horizontal, Dedicação Exclusiva, pontos que o Governo se comprometeu finalizar até metade de 2012, não há sequer pespectivas.

A Uneal inclusive tem dificuldade para o seu próprio funcionamento, visto o baixo custeio que recebe, R$205,00 mil/mês, para atender a 25 cursos, e mais de 4.000 alunos. Valor que outras Universidades destinam para tratamento de um único curso.

Fonte: Sintuneal

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.