Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) realiza assembleia, às 17h, no Clube dos Idosos, para avaliar a contraproposta da prefeitura de Sinop para encerrar a greve dos 1,4 mil profissionais da Educação, que dura 35 dias. A presidente do sindicato, Sidinei Cardoso, disse que a permanência da greve, ou não, será decidida por toda a categoria.

O prefeito Juarez Costa (PMDB) propõe reposição de 6,47% sobre o piso de R$ 1.266,92 e o envio do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) ao Legislativo, para que ambos passem a vigorar em maio. A aprovação do PCC é uma das principais reivindicações dos profissionais para que retornem ao trabalho. Na contraproposta, o prefeito inclui no plano, todos os servidores técnicos, administrativos e apoio tendo como base o salário atual do servidor, garantindo os coeficientes da carreira de acordo com as possibilidades orçamentárias, com valorização da qualificação.

Em outro item do documento, Juarez também assegura a manutenção de 20% de hora atividade para todos os professores em sala de aula e a regulamentação imediata das horas excedentes e implantação da jornada de 30h com manutenção das atuais jornadas de 20 e 40 horas, respeitando o direito adquirido via concurso.

Portal CTB com informações das agências

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.