Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso, Rosenwal Rodrigues, convocou um servidor de cada comarca do interior a irem a Cuiabá  eacompanharem o andamento das negociações entre o Sinjusmat e o Tribunal de Justiça, para que sejam atendidas as propostas, aprovadas dia 11, onde decidiram que só encerram a greve, com a aprovação do projeto prevendo pagamento das diferenças salariais (URV para Real) pela Assembleia Legislativa. O movimento completa 114 dias, sendo uma das maiores greves na história da justiça matogrossense.

De acordo com Rosenwal, o sindicato está aguardando que o tribunal envie documento, por escrito, com o conteúdo do projeto salarial ( percentuais de pagamento, períodos). Conforme Só Notícias já informou, o governo estadual vai repassar para o Judiciário R$ 18 milhões, ano que vem, mais R$ 18 milhões em 2012, no ano seguinte mais R$ 33,6 milhões  destinados exclusivamente para quitar os créditos relativos à conversão da moeda e também a o auxílio-alimentação fixado no valor de R$ 400.

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.