Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Múltiplas categorias de trabalhadores mato grossenses estão aderindo às paralisações do 28 de abril, principalmente na Educação Pública, nos Bancários, entre os Rurais, os Transportes e os servidores de diferentes esferas do Judiciário. No total, entre 40 e 50 sindicatos já declararam apoio à greve. Entre eles, estão representadas 7 centrais sindicais (CTB, CUT, Força Sindical, CSB, Nova Central, Conlutas e Intersindical). A categoria mais mobilizada é a dos servidores públicos estaduais, com 15 sindicatos alinhados.

Quem informa o estado da mobilização é a presidenta da CTB-MT, Nara Teixeira.

Os planos de paralisação no estado do Mato Grosso envolvem primariamente o congelamento do transporte público em Cuiabá, mas haverá greves também nos bancos e nos serviços de segurança privada. Para além disso, haverá panfletagem em várias cidades, e o ato principal da capital será realizado às 15h, na Praça Ipiranga. Depois das falas das lideranças, os manifestantes seguirão em passeata.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.