Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) de Mato Grosso realizou seu 2º Congresso Estadual no último final de semana, em Cuiabá, registrando um crescimento de 200% desde o primeiro encontro, há pouco mais de um ano.

O Encontro, ocorrido sexta-feira e sábado (14 e 15), no Hotel Veneza, reuniu dezenas de delegados representando 15 sindicatos e cinco núcleos de base.

A abertura, na sexta à noite, contou com, além dos cerca de 60 delegados representantes dos vários sindicatos e federações filiados, a presença de lideranças sindicais, estudantis e comunitárias, além de autoridades políticas.

Após o ato de abertura, aconteceu um debate sobre a conjuntura nacional, um dos temas das teses do 2º Congresso Nacional da CTB. Participaram desta mesa a presidente do Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso, Keka Werneck, e o secretário adjunto de Finanças da CTB Nacional Eduardo Navarro, que acompanhou todo o encontro.

No segundo dia foram apresentados e debatidos os outros temas como: Novo Projeto Nacional: Desenvolvimento com valorização do trabalho, Papel do Estado e reformas estruturais e Por uma coalizão das centrais. Os delegados de Mato Grosso fizeram alguns adendos às teses, especialmente sobre assuntos relacionados ao campo.

Ao final foi eleita a nova diretoria da CTB Mato Grosso (foto). Os delegados mantiveram a professora Nara Teixeira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino, na presidente. O presidente da Federação dos Trabalhadores em Agricultura, Adão da Silva, foi eleito vice-presidente, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rondonópolis, maior cidade do interior do Estado, foi eleito secretário-geral.

A CTB de Mato Grosso foi fundada com cinco sindicatos. Neste pouco mais de um ano de existência foram filiados mais dez entidades, sendo oito delas sindicatos de trabalhadores rurais.
0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.